quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Pingos de filosofia - Política

O que é política? Segundo Aristóteles, a política é uma ciência importantíssima, porque trata do bem da multidão, que é mais perfeito e mais divino que o bem de um só. Na sua original realidade, a política pode mesmo ser chamada divina por causa de seus nobres ideais, isto é, garantir a justiça e trabalhar pelo bem comum, do qual depende em larga medida o bem de cada indivíduo.

O que suja e emporca a atividade política é o modo inadequado com que vem sendo praticada, sobretudo no Brasil. Numa democracia, é legítimo que os partidos e suas ideologias se apresentem e se confrontem, mas tudo deveria ser guiado pelo princípio do bem dos cidadãos em geral.

O que vemos no Brasil, contudo, são partidos e políticos sem ideologia, sem proposta teórica, interessados somente no ganho imediato da legenda e na vantagem pessoal, em geral econômica, de quem se apodera da política para fazer o que política não é.

Que os partidos tracem claramente as suas propostas para a sociedade! Que a sociedade possa, através de uma discussão sadia de ideias, ter elementos para discernir, escolher e crescer. Como seria bom ser estimulado a pensar o futuro de nosso país! O Brasil precisa de propostas, de ideias e de ideais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário