domingo, 10 de julho de 2011

São Bento

Padre Elílio de Faria Matos Júnior

Hoje é dia de São Bento de Núrsia, protagonista do monaquismo ocidental. A grande mensagem que esse santo do século VI nos deixa é a de que o homem precisa colocar a Deus como prioridade de suas escolhas: Nihil Christo praeponere.

Diante de um mundo secularizado como é o nosso, o homem precisa redescobrir a beleza da fé em Deus. O homem sem Deus desumaniza-se. Torna-se escravo do finito: de si mesmo, dos outros e das coisas. Com Deus, ao contrário, ele atinge os mais altos patamares de humanidade, de liberdade interior e de vitalidade.

São Bento descobriu, desde tenra idade, que o homem vivo é o homem que acolhe a Deus em sua alma e se deixa transformar pela Palavra da Verdade. Enviado à Roma pagã para estudar, vê a dissolução dos costumes reinante entre os estudantes, e prefere retirar-se para estar a sós com Deus. Foi, então, quando se voltou para Deus, não querendo outra coisa senão o que Deus mesmo queria, que pôde transformar o mundo. Seu legado, uma decorrência de sua profunda espiritualidade, ajudou a fundar a Europa e ainda hoje nos ilumina. Viva São Bento!

Nenhum comentário:

Postar um comentário