sexta-feira, 1 de abril de 2011

Homem de Deus

Padre Elílio de Faria Matos Júnior

Neste mês de abril, o Papa Bento XVI completa 84 anos de vida e seis de pontificado. Não posso deixar de ver nele um homem de Deus que se consagrou totalmente, desde tenra idade, a Cristo e à Igreja, a fim de anunciar ao mundo o Evangelho – a Boa Nova de Deus para nós através de Jesus.

Este ancião octogenário só tem vigor para cumprir a pesada agenda de um papa porque, certamente, acredita em algo maior, em algo que ultrapassa o homem. Aliás, ele tem tido forças para enfrentar as diversas crises provocadas do interior da Igreja porque se sente apoiado na esperança que não decepciona, conforme a profunda teologia de sua encíclica Spe Salvi. A fé em Deus é o seu esteio e a fonte dinamizadora de seu existir.

O mundo precisa de se enamorar da beleza. Apesar de todas as dificuldades, a vida continua sendo um grande milagre. E acreditar que a vida de cada um de nós é pensada por uma Inteligência infinita e querida por um Amor sem limites faz toda a diferença. Essa fé é o antídoto contra a o mal, contra a injustiça, contra as drogas, contra a violência... O mundo precisa dela!

Com efeito, Bento XVI, com seu jeito tímido, mas afável e corajoso, e com seus belíssimos textos, tem reafirmado que a fé no Deus anunciado por Jesus é uma fé que engrandece o homem e alcança-lhe o profundo sentido do viver. Quando ainda Cardeal, Bento XVI havia dito numa entrevista: “Se Deus não está presente, o mundo desertifica-se e tudo se torna aborrecido, tudo é completamente insuficiente. A grande alegria vem do fato de existir o grande Amor, e é essa a afirmação essencial da fé. Você é alguém indefectivelmente amado”.

A Bento XVI nossa homenagem por se tratar verdadeiramente de um homem que contribui com a vida do homem neste mundo!

Um comentário:

  1. Salve Bento XVI! Viva o Papa!!!
    Nosso querido e estimado Pontífice!
    Que ele receba a graça de conseguir guiar a Igreja para a Luz intensa da Verdade!

    ResponderExcluir