terça-feira, 7 de junho de 2011

Missa do 4° dia da Novena de Santo Antônio - Ewbank da Câmara

MISSA DO 4° DIA DA NOVENA - 7 de junho


COMENTÁRIO INICIAL

Com.: Mais uma vez reunidos em nome de Cristo! Vamos oferecer o Sacrifício Eucarístico e celebrar o 4° dia na novena de Santo Antônio, cujo tema é “Defensor da justiça”. A Palavra de Deus hoje nos ensina o que é a vida eterna que tanto desejamos: é nossa união com Deus por meio do seu enviado, Jesus Cristo. Santo Antônio, na verdade, começou a viver a vida eterna neste mundo, porque estava todo mergulhado em Deus. E foi por causa do seu profundo conhecimento de Deus que se tornou um grande defensor da justiça, levantando sua voz contra os prepotentes e opressores. Acolhamos com alegria o nosso estimado Padre Luís Duque e a equipe de celebração com nosso canto! 


ANTES DAS LEITURAS

Com.: Ouçamos com atenção a Palavra que hoje Deus nos dirige!


PRECES

(Motivação espontânea pelo celebrante)

Com.: A resposta de nossos pedidos será: Senhor, escutai a nossa prece!

1. Para que a Igreja, no mundo inteiro, seja o sacramento da íntima união com Deus e da unidade do gênero humano, rezemos ao Senhor!

R.: Senhor, escutai a nossa prece!

2. Para que a vida em Deus seja a força dos Pastores da Igreja e de todos os fiéis, a fim que que o Reino de Deus possa começar neste mundo e se cumprir plenamente no outro, rezemos ao Senhor!

3. Para que o exemplo de Santo Antônio nos motive a trabalhar incansavelmente pela justiça, na defesa dos mais fracos, rezemos ao Senhor!

4. Por todos os que exercem cargos públicos, a fim de que a justiça seja a virtude a lhes inspirar as decisões e ações, rezemos ao Senhor!

5. Para que o conhecimento de Deus e de seu enviado traga vida a este mundo tão necessitado das coisas divinas, rezemos ao Senhor!


FATO DA VIDA DE SANTO ANTÔNIO

O povo daquele tempo também vivia esfolado pelos impostos exagerados e pela usura dos gananciosos. A grande massa de povo era dominada pela prepotência de alguns. Um desses aproveitadores do povo, era um tal de Ezelino. Suas garras de abutre enterravam-se na carne viva do povo. E assim atirou muita gente na cadeia, maltratou muitos pobres, roubou terra de muitos posseiros, destruiu cidades, e espalhou o terror por toda a parte. Santo Antônio o repreendeu duramente, ameaçando-o com castigos divinos. Ezelino quis vingar-se. Fingindo-se convertido, preparou um rico presente, e pediu aos seus aduladores que o levassem para Frei Antônio, com a seguinte ordem: "Se ele aceitasse o presente, eles deveriam matá-lo. Se, porém, recusasse, que o deixassem livre". Levaram o presente, certos de que ele iria cair na arapuca. Chegando ao convento onde morava o santo, cumprimentaram-no com sorriso fingido e ofereceram o presente dizendo: "Ezelino manda este humilde presente. Pede também que reze pela salvação eterna dele". Frei Antônio, certamente iluminado pelo Espírito Santo, respondeu: "Eu nunca aceitei presente que foi comprado com dinheiro roubado. Podem levá-lo de volta". 


ORAÇÃO PARA PEDIR TRABALHO

Santo Antônio, olhai compassivo para minha necessidade. Preciso de trabalho para cumprir o mandamento do Senhor. Preciso de trabalho para sustento meu e dos meus familiares. Fazei que eu encontre um trabalho digno, remunerado e honrado. Ajudai-me neste momento angustioso, vós que conhecestes o valor do trabalho, o sacrifício da fome e a alegria de um lar feliz. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário